Influência de fatores climáticos na dinâmica populacional de Culicidae da área do parque nacional da Serra dos Órgãos, no estado do Rio de Janeiro, Brasil

Resumo

A atividade antrópica impacta de forma notável o ambiente natural, desencadeando mudanças na dinâmica populacional de insetos vetores ao longo do tempo. As populações de mosquitos sofrem influências de fatores climáticos e ambientais, estações de seca afetam de formas distintas ovos de diferentes espécies de culicideos. O ambiente em que esses ovos se encontram afeta diretamente o sucesso de uma população de mosquitos em uma determinada região. Segundo a Organização Mundial da Saúde o mosquito é considerado um dos seres mais mortais do mundo, sendo responsável pela transmissão de diversas arboviroses consideradas de suma importância epidemiológica. Os arbovírus, os quais são vírus transmitidos por artrópodes, têm sido motivo de grande preocupação em saúde pública ao redor do mundo. Sendo os vírus mais importantes para a saúde humana transmitidos por mosquitos. Desta forma o conhecimento das comunidades de mosquitos em áreas preservadas, tem um impacto direto no cenário epidemiológico. Este trabalho teve como objetivo geral analisar a fauna de Haemagogus em diferentes áreas de fragmento de Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro, de modo a associar os mosquitos e as condições climáticas e de vegetação avaliando risco de emergência e transmissão de arboviroses.

PDF